[TUTORIAL] Como fazer zero cache e adicionar o ficheiro advancedsettings.xml

6
14931

Adere já ao nosso grupo no Facebook onde poderás tirar as tuas dúvidas!

Como fazer zero cache manualmente e adicionar o ficheiro advancedsettings.xml às configurações do Kodi?
Todos já nos deparámos com problemas de buffering. Para quem não sabe, o streaming é normalmente feito para a memória RAM dos aparelhos que usam, sejam eles boxes Android, Raspberry Pi ou PCs.

Ora bem, em aparelhos com RAM MAIS LENTA OU COM POUCA RAM, o Kodi dá-nos uma opção, que é passar a “captura” do ficheiro (cache) no disco rígido, cartão SD ou memória interna. Assim obtém-se mais espaço para os ficheiros, reduzindo o tempo que demora a pré-carregar os ficheiros, logo reduzindo o “buffering”.

Isto é feito no ficheiro advancedsettings.xml, um ficheiro que permite fazer configurações mais “internas” do Kodi. É igual para todos os sistemas, seja Android, Openelec, Kodi para Windows, Kodibuntu, etc.

Aqui uma explicação mais detalhada das duas principais alterações que este ficheiro faz ao Kodi: O cachemembuffersize determina o tamanho máximo dos buffers enquanto carrega o ficheiro na memória (buffering).

O readbufferfactor aumenta a taxa de download do stream com base na taxa de bits média do vídeo. Portanto se estivermos a ver um video com um bitrate médio de 5Mbps e aumentarmos o factor de leitura de buffers para 2.0, estaremos a colocar um limite de taxa de download (e assim a velocidade com que a cache fica cheia) em cerca de 10Mbits por segundo (Mbps). No meu ficheiro está um factor de leitura de buffers de 4.0 o que coloca um limite de 20Mbps, partindo do princípio que a vossa ligação de internet e os servidores onde estão os ficheiros de video conseguem ter essa velocidade. O limite de “fábrica” de readbufferfactor do Kodi é de 1.0, ou seja, de 5Mbps!

Também poderá interessar  Emissões On-demand da TVI no teu Kodi

Ao colocar o readbufferfactor a 4 e o cachemembuffersize a zero, optimiza-se o Kodi para aparelhos com menos memória RAM e para uma velocidade de internet maior, o que faz com que os ficheiros de video carreguem mais depressa.

Para quem não queira usar zero cache, basta retirar a linha que diz “cachemembuffersize” do ficheiro, gravar e fazer restart ao ficheiro. Aconselho porém a ter um readbufferfactor alto. A 30 não sei, a não ser que tenham fibra.

Depois de tanta explicação, aqui o ficheiro: LINK DROPBOX

PARA OS APARELHOS COM MUITA RAM (2GB) mas que continuam a fazer buffering, aconselho usar esta configuração: LINK DROPBOX

Este não faz zero cache mas aumenta a taxa de leitura de buffers, o que também melhora a velocidade do stream.

Este ficheiro é copiado para o interior da pasta Userdata. Esta encontra-se no interior destas pastas, conforme o sistema:

Android: Android/data/org.xbmc.kodi/files/.kodi/userdata/
iOS: /private/var/mobile/Library/Preferences/Kodi/userdata/
Linux: ~/.kodi/userdata/
Mac OS X: /Users/<your_user_name>/Library/Application Support/Kodi/userdata/
OpenELEC: /storage/.kodi/userdata/
Windows: Start – type %APPDATA%\kodi\userdata – press <Enter>

Nos Androids a pasta pode variar. Normalmente está dentro do cartão SD, logo o caminho da pasta poderá ser /sdcard/Android/data/org.xbmc.kodi/files/.kodi/userdata/

É copiar o ficheiro para o interior da pasta respectiva, reiniciar o Kodi e já está, ficam com zero cache e mais uns tweaks para tornar o sistema mais rápido.

Para quem queira fazer uma alteração mais pessoal à cache, há ainda uma forma de optimizar esta ao seu aparelho, conforme a memória RAM que ele tenha. Isto poderá ser uma solução para os muitos donos de boxes Android que por ai andam.

Aqui uma forma de manter a cache na RAM mas melhorar o tamanho desta na memória RAM. É tudo uma questão de alterar os valores de cachemembuffersize.

Também poderá interessar  [Análise] WeTek HUB - a mais pequena mas de grande qualidade!

Por cada gigabyte de RAM deve multiplicar o valor padrão, que se encontra sempre em bytes. O padrão do Kodi é de apenas 20 megabytes, ou 20971520.

Atenção que o Kodi usa 3 vezes mais RAM do que os 20 megas, portanto corresponde antes a 60 megabytes!

Ok, então vamos à matemática:

512 MB de RAM:
209715200 X 0.5= 104857600.

2GB:
209715200 X2=419430400

4GB: 209715200 X4=838860800

e por ai em diante.

NOTA: Quando os streams ficam mesmo assim a fazer buffering, significa que os servidores que os alojam estão sobrecarregados, com muita gente ligada neles ao mesmo tempo, ou que a vossa ligação de internet está momentaneamente lenta. Quanto a isso, não há nada a fazer!

Outra questão que têm de ter em conta: Como passam a fazer a cache no espaço que têm no disco rígido, cartão SD ou memória interna da box, têm que se certificar que têm espaço suficiente para o ficheiro de que vão fazer streaming. Foi-me alertado que há pessoas com cartões de 8GB no Raspberry Pi e que durante o streaming, o filme crasha. Isto acontece porque não têm espaço suficiente para ele.

Isto acontece porque o filme é provisoriamente gravado na memória da vossa box ou computador. Se for um filme grande e tiverem pouco espaço, quando ele atinge o limite, para.

Outro factor importante: quando se faz a cache num cartão SD, estão constantemente a gravar e desgravar dados nele, o que provoca um desgaste mais rápido do mesmo.
Bom proveito!

Um agradecimento especial ao Cláudio Albuquerque Castro que elaborou o artigo e disponibilizou para publicarmos!

NOVO! Comenta com o Facebook!

Comentários